Ouça rádio Aliança-Macarani
 

Reserve já seu espaço aqui

PMDB Macarani

o trabalho não pode parar

 
Reserve já seu espaço aqui
 

Fique por dentro do tempo

Clique na imagem para mais detalhes

 

  História de Macarani

  Esporte Mundo

  Jornal A Tarde - Bahia

  Jornal Correio da Bahia

  Tribuna da Bahia

 Outros Jornais baiano

 

 

CRISE DO LEITE
ADASB RECEBE APOIO DO DEPUTADO AUGUSTO CASTRO PARA REVERTER À CRISE DO LEITE

O presidente da Associação dos Agropecuaristas do Sul da Bahia (ADASB) se reuniu com o deputado estadual Augusto Castro na manhã deste sábado (16), em Itabuna, para apresentar as demandas dos produtores de leite da região e solicitar apoio para elucidar à problemática que envolve a crise do leite.

Desde que surgiram os primeiros sinais de que a Linha de Processamento de Leite da Nestlè encerraria as atividades em Itabuna, os produtores passaram a viver num clima de incerteza e insegurança. A multinacional, que até então mantinha uma relação de parceria “saudável” com os produtores, repentinamente reduziu a captação em volume, o preço pago por litro de leite e encurtou o raio de captação.

Solidário à causa, o deputado reforçou apoio e se colocou à disposição para intermediar esta causa e encontrar uma solução para o problema. “Se esta crise realmente acontecer, nossa região sofrerá consequências econômicas desastrosas, por esse motivo, não mediremos esforços para ajudar no que for preciso”, comentou o parlamentar.

O presidente da ADASB, Elder Fontes, completou: “Queremos saber os motivos que levaram a Nestlè à adoção dessas medidas, e se essa política é transitória ou se a captação voltará ao normal”. E finalizou: “A sensação de insegurança e de desamparo é muito grande. Muitos produtores fizeram investimentos de ponta, seja na aquisição de equipamentos, na modernização de pastagem, adubação, aquisição de matrizes, e precisam no mínimo, de um esclarecimento sobre o que está acontecendo”. Políticos do Sul da Bahia

O Programa de Apoio à Conservação Ambiental Bolsa Verde, lançado em setembro de 2011, concede, a cada trimestre, um benefício de R$ 300 às famílias em situação de extrema pobreza que vivem em áreas consideradas prioritárias para conservação ambiental. O benefício será concedido por dois anos, podendo ser renovado. Como 47% das 16,2 milhões de pessoas que vivem em situação de extrema pobreza estão na área rural, a proposta é aliar o aumento na renda dessa população à conservação dos ecossistemas e ao uso sustentável dos recursos naturais.

VALE DOURADO: A CRISE NO SETOR LEITEIRO DA REGIÃO E A SALVAÇÃO DA LAVOURA
Não se pode falar em solução para crise na cadeia produtiva do leite, sem falar na Vale Dourado.

E não se pode falar em Vale Dourado, sem falar no engenheiro agrônomo, Dr. Antônio Roberto, seu principal executivo na Bahia.

Se confirmadas as notícias sobre o fechamento da linha de produção de derivados de leite da Nestlê em Itabuna, o setor produtivo leiteiro da nossa região poderá sofrer um grande impacto negativo e sem precedentes em sua cadeia produtiva do leite e para piorar, como uma má noticia nunca vem só, a crise no setor poderá ainda ser agravada devido a alta oferta de queijo no mercado nacional o quê "puxa" para baixo o preço do leite in-natura pago aos produtores rurais pelos laticínios que produzem exclusivamente esse derivado do leite.

A SALVAÇÃO DA LAVOURA

As fábricas da multi-estadual ILPISA (Vale Dourado) por produzir um portfólio variado de produtos derivados do leite em suas linhas de produção na Bahia e em Alagoas (são mais de 30 tipos de produtos) está menos sujeita ao "mau humor" do mercado do que uma empresa que fabrica um só tipo de produto. Por isso, ancorada na solidez do grupo ILPISA e na tradição no ramo de laticínios, a empresa se situa melhor equipada e preparada no enfrentamento da crise, tornando-se um porto seguro para os produtores rurais que buscam não só uma melhor remuneração para seu produto e segurança de que vai receber pelo que produziu e faturou, quanto pela garantia de que seu valioso e "suado" produto vai continuar sendo comprado pela empresa mesmo nas épocas de grandes ofertas do produto no mercado.

Parte da responsabilidade pela longevidade da empresa na região e da confiança que o produtor rural deposita na Vale Dourado, se deve ao principal executivo da empresa na Bahia, um filho de Itarantim, o engenheiro agrônomo Antônio Roberto, que tem uma batalha quase de diária em períodos de crise para satisfazer e conciliar os interesses da empresa pela qual é responsável e remunerado e os interesses dos produtores de leite da região que muitas vezes são seduzidos por laticínios aventureiros e sem tradição na região que ajudados por politiqueiros de plantão e produtores rurais espertalhões que só querem levar vantagens, oferecem, na época de escassez de leite o "melhor preço" ao produtor e na época das chuvas, quando o "leite está jorrando pelas tetas" e chegando a hora do produtor de leite ganhar um dinheirinho a mais, estes laticínios viram as costas ao fazendeiro, que só não ficam na rua da amargura porque a Vale Dourado, através de Antônio Roberto, os acolhem de volta.

Nota do blogueiro: Fui procurado nestes dias próximos passados (depois dos boatos do fechamento da Nestlê de Itabuna) por um articulador político de Itapetinga, pedindo informações sobre a vida de Antônio Roberto. Questionado pelo blogueiro do porquê do interesse, a pessoa me respondeu que pelo trabalho de Antônio frente a Vale Dourado tem contribuído e muito para a manutenção da empresa em Itapetinga, que por tabela tem muito contribuído para o desenvolvimento da cadeia produtiva de leite da região, pois um eventual fechamento da fábrica de Itapetinga seria o "tiro de misericórdia" para todos os produtores de leite do sul, extremo sul e sudoeste da Bahia, ocasionando perdas, financeiras e sociais, irreparáveis paro o município e região. Assim, diante da importância do trabalho do agrônomo Antônio Roberto para Itapetinga e região e atendendo ao pedido de alguns gratos produtores rurais ele vai articular junto aos vereadores de Itapetinga para que homenageiem o executivo da Vale Dourado, que é filho de Itarantim, com o título de cidadão itapetinguense.

 

 

 

Bolsa Verde

Esse novo benefício, parte do Programa Brasil Sem Miséria, é destinado àqueles que desenvolvem atividades de uso sustentável dos recursos naturais em Reservas Extrativistas, Florestas Nacionais, Reservas de Desenvolvimento Sustentável federais e Assentamentos Ambientalmente Diferenciados da Reforma Agrária. Territórios ocupados por ribeirinhos, extrativistas, populações indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais também podem ser inclusos no Programa, além de outras áreas rurais definidas por ato do Poder Executivo. O Programa representa um passo importante na direção de reconhecer e compensar comunidades tradicionais e agricultores familiares pelos serviços ambientais que prestam à sociedade.

O Bolsa Verde - instituído pela Lei nº 12.512, de 14 de outubro de 2011, e regulamentado pelo Decreto nº 7.572 , de 28 de setembro de 2011 – possui como objetivos:
1) incentivar a conservação dos ecossistemas (manutenção e uso sustentável),
2) promover a cidadania e melhoria das condições de vida,
3) elevar a renda da população em situação de extrema pobreza que exerça atividades de conservação dos recursos naturais no meio rural, e
4) incentivar a participação dos beneficiários em ações de capacitação ambiental, social, técnica e profissional.

Quem pode recever, ouça.

LULA SERÁ CANDIDATO EM 2018, DIZ FHC

"O PT não tem outra alternativa a não ser o Lula", disse o ex-presidente, em mais uma de suas entrevistas, agora ao jornal britânico Financial Times; isso explica todos os ataques recentes de Fernando Henrique contra seu sucessor; há 15 dias, ele escreveu um artigo pedindo à sociedade que repudiasse Lula, apontado por 50% dos brasileiros como o melhor presidente de todos os tempos, segundo o Datafolha; hoje à noite, usará o programa eleitoral do PSDB para dizer que a corrupção na Petrobras começou no governo do petista; na entrevista, o tucano diz ainda que "o sistema político do Brasil está quebrado" e atribui o que chamou de falta de interesse e descrença da população na política aos "muitos erros que vêm ocorrendo nos últimos anos"

EM TEMPOS DE AJUSTE, CHINA INVESTIRÁ U$ 53 BI NO BRASIL

Em momento de retração de confiança, a presidente Dilma recebe amanhã o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, que começa uma viagem à América do Sul pelo Brasil, onde deve anunciar investimentos de US$ 53 bilhões em obras de infraestrutura; o acordo mais importante entre os dois países diz respeito aos estudos e possível financiamento pela China da ferrovia transamazônica, que ligará o litoral brasileiro ao do Peru; o premiê vem acompanhado de uma comitiva de 120 pessoas, entre elas, dirigentes de grandes conglomerados empresariais, que se reunirão com empresários brasileiros; o anúncio do investimento chinês "soará como mensagem de confiança na economia brasileira, apesar dos problemas macroeconômicos do momento, como inflação alta e contas públicas exigindo um ajuste fiscal", analisa a jornalista Tereza Cruvinel; leia a íntegra

Nada como uma visita chinesa em momento de retração da confiança num país. A presidente Dilma recebe amanhã o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, que começa pelo Brasil uma viagem à América do Sul que inclui também a Colômbia, o Peru e o Chile. No Brasil ele deve anunciar investimentos de US$ 53 bilhões em obras de infraestrutura, o que soará como mensagem de confiança na economia brasileira, apesar dos problemas macroeconômicos do momento, como inflação alta e contas públicas exigindo um ajuste fiscal.

O acordo mais importante que começa a ser discutido com o Brasil diz respeito aos estudos e possível financiamento pela China da ferrovia transamazônica, que ligaria o litoral brasileiro, a partir do Pará, ao do Peru, criando um grande corredor para fluxo de mercadorias entre a América do Sul, a China e a Ásia. Hoje o Brasil tem uma ligação rodoviária bastante precária com o Pacífico, a partir do Acre, mas esta via não se conecta com outros grandes centros produtores do país.

Li Keqiang vem acompanhado por uma comitiva de 120 pessoas, que inclui dirigentes de grandes conglomerados empresariais chineses. Eles se reunirão com empresários brasileiros no Itamaraty para a prospecção de novos negócios.

Aqui, e nos demais países, onde também se encontra com os respectivos presidentes, o premiê chinês discutirá a ampliação do comércio bilateral e acenará com o aumento de compras de produtos de maior valor agregado. Embora seja o maior parceiro comercial do Brasil, o maior volume das importações do Brasil concentra-se em soja e minério de ferro.

REFORMA POLÍTICA: VEREADORES E PREFEITOS DA BAHIA QUEREM PRORROGAÇÃO DE MANDATOS

A União dos Municípios da Bahia (UPB) e a União dos Vereadores da Bahia (UVB) elaboraram uma carta aberta e levaram ao conhecimento público nessa segunda-feira (18), através de coletiva na sede da UPB, em Salvador.
No documento, os grupos pedem uma reforma política "mais coerente e adequada" na intenção de minimizar os custos do processo eleitoral. Entre os pontos que a UPB e a UVB defendem na carta estão: manutenção do voto obrigatório, prorrogação dos mandatos atuais até 2018 para vereadores e prefeitos, financiamento misto de campanha, mandato de cinco anos para todos os cargos, entre outros.
O documento assinado pela prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria, presidente da UPB, e o vereador Joceval Rodrigues (PPS), da UVB, repudia ainda a atual distribuição dos recursos públicos que "penaliza os municípios".
Segundo as entidades, o Congresso Nacional não tem demonstrado sensibilidade ao não imprimir agilidade na apreciação e votação da pauta municipalista que engloba o pacto federativo, principal reivindicação dos prefeitos.

 

Galeria de Fotos    Mural de recados        Nosso Jornal     Nossos Arquivos

Banco do Brasil
Caixa Ecônomica Federal
Bradesco
Itaú
Banco do Nordeste
HSBC
2ª Via Telemar
2ª Via Coelba
2ª Via OI telefone
Busca CEP - Correios
Detran - BA '
Resultados Loterias

Visitante nº

Direitos reservados a Local Net - setembro de 2008

Contato: wandolimaeol@hotmail.com